terça-feira, 29 de outubro de 2013

As Origens do Halloween

É moda tb no Brasil, hj temos festas a fantasia (grandes baladas), virou folclore, mas será q alg sabe quais as suas origens??
A comemoração do Halloween aqui no Brasil é relativamente nova se compararmos com outras festividades baseadas no folclore, sejam originais nossas ou absorvidas de outras culturas. No Brasil, a festividade começou a ganhar adeptos no final nos anos 80, quando começaram a ser organizadas festas, as primeiras através de cursos de inglês. Apesar disso, o Halloween é comemorado há séculos nos Estados Unidos e há muito mais tempo na região da Irlanda.

Origens do Halloween
Na Irlanda do século V (a.C), o dia 31 de outubro fazia parte de um conjunto de quatro datas comemorativas do calendário celta que marcava a transição das estações, o período de plantação e colheita, e o ciclo vital da Terra. A primeira data era celebrada no dia 2 de Fevereiro (conhecido como O Dia da Marmota), em honra a deusa da cura Brigith. No mês de maio celebrava-se o Beltane, considerado o dia que iniciava a temporada de semear. Nesta data realizavam-se rituais de fertilidade e prosperidade para incentivar o crescimento da lavoura. A terceira data ocorria em agosto: a festa da colheita em reverência ao deus sol Lugh. Finalmente, no dia 31 de outubro celebrava-se um feriado denominado Samhaim, que marcava o final do ano celta em honra ao deus pagão Samhan (Senhor dos Mortos), também o fim do verão e início do inverno.
A expressão Halloween tem origem na contração errônea da expressão inglesa All Hallows Eve (que significa Dia de Todos os Santos). Esta data foi instituída pelo Papa Bonifácio IV, e era celebrada no dia 13 de maio. Porém, em 835 o Papa Gregório III alterou o Dia de Todos os Santos para o primeiro dia de novembro. Sua intenção era unir as crenças cristãs e pagãs, aproximando as datas comemorativas. Outro objetivo do Papa era apaziguar os conflitos entre esses povos no noroeste europeu. Assim, os cristãos celebravam o dia dos santos falecidos no dia posterior ao rito pagão do Senhor dos Mortos. Desta forma, a expressão Halloween tornou-se sinônimo da celebração pagã de 31 de outubro.
O Samhaim é cercado de mitos e crenças que influenciavam a cultura dos povos europeus desde o período pré-cristão. Nesta data, os Druidas (sacerdotes celtas) reuniam-se e realizavam rituais dançando em torno de uma fogueira e oferecendo o sacrifício de animais. O caldeirão também era utilizado simbolizando o útero, e a abundância da Deusa Mãe.
Neste dia, acreditava-se que todas as relações de tempo e espaço ficavam suspensas, pois o 31 de outubro não pertencia ao ano velho, tampouco ao novo ano que se iniciava. Desta forma, os espíritos desencarnados podiam retornar ao mundo dos vivos e se apossarem dos corpos. Para evitar esta aproximação, era comum apagar todas as tochas e fogueiras das aldeias, de modo que o ambiente ficasse escuro, frio e hostil. Os habitantes vestiam-se com trajes fantasmagóricos e vagavam pelas ruelas em desfiles barulhentos, a fim de amedrontar e espantar os espíritos que procuravam corpos a serem possuídos.
As Abóboras
A tradição de decorar abóboras como lanternas, com velas dentro, vem de uma lenda do folclore irlandês. A história fala de um beberrão inveterado chamado Jack, que um dia, em meio a mais um de seus porres, acabou dando de cara com o Diabo em pessoa. Como o Jack era pinguço mas não era burro, ele conseguiu enganar o demônio e escapar do inferno. Um ano depois, o Diabo voltou e Jack, muito esperto, enganou-o novamente, só que desta vez a Besta decidiu que não voltaria mais para atormentá-lo.

No entanto, um ano mais tarde, Jack morreu e como não conseguiu entrar no céu foi parar nos quintos dos infernos e adivinha quem estava lá esperando por ele? Para se vingar, o Diabo também não permite que Jack entre no inferno e o condena ao limbo eterno. Mas, em compensação, ele presenteia Jack com uma brasa para que ele possa iluminar o caminho escuro do limbo. Para que a centelha não se apagasse, Jack a coloca dentro de um nabo e parte, assim, em sua jornada eterna. Como as abóboras eram muito mais abundantes do que nabos nos Estados Unidos, a história foi rapidamente adaptada, e assim, Jack (ou Jack O' Lantern como ficou conhecido) passou a ser uma abóbora iluminada com uma brasa. Portanto, a figura da abóbora iluminada representa a alma de Jack, que vaga por aí procurando um lugar para ficar.
Já o costume de esculpir a abóbora no Brasil se restringe em alguns locais que promovem reuniões e festas de comemoração do "Halloween". Nos Estados Unidos quase todas as residências tem uma abóbora esculpida colocada na varanda para comemorar o dia 31 de outubro, e serve para espantar os maus espíritos que possam estar vagando como alma traiçoeira.

Travessuras ou Gostosuras? (Trick or treat)
Outro costume da tradição celta, constituía em oferecer alimentos aos espíritos malignos para que estes não interferissem negativamente em suas vidas. Com o passar do tempo esta prática foi modificada, e os alimentos eram dados aos mendigos. Em troca, eles oravam pelas almas dos entes mortos dos aldeões. Na Irlanda, eram organizadas procissões para angariar oferendas dos agricultores. Aqueles que se recusassem, teriam suas colheitas amaldiçoadas pelos espíritos; uma chantagem que originou o Trick or Treat (travessuras ou doces). Quando este costume foi levado pelos imigrantes irlandeses para a Nova Inglaterra (Estados Unidos), as principais travessuras baseavam-se em escrever nos muros das casas e retirar a tranca dos portões.
As cores roxo, laranja e preto
As tradicionais cores utilizadas nas decorações e fantasias hoje no Halloween, laranja, roxo e preto, também têm origem celta. A primeira era considerada de grande vitalidade e energia. Durante a noite de Samhain, os espíritos se aproximavam dos vivos, em especial dos que utilizassem roupas com o laranja, para sugar a energia encontrada na cor.
As Bruxas 
As bruxas têm papel importantíssimo no Halloween. Não é à toa que ela é conhecida como "Dia das Bruxas" em português. Segundo várias lendas, as bruxas se reuniam duas vezes por ano, durante a mudança das estações: no dia 30 de abril e no dia 31 de outubro. Chegando em vassouras voadoras, as bruxas participavam de uma festa chefiada pelo próprio Diabo. Elas jogavam maldições e feitiços em qualquer pessoa, transformavam-se em várias coisas e causavam todo tipo de transtorno.
Diz-se também que para encontrar uma bruxa era preciso colocar suas roupas do avesso e andar de costas durante a noite de Halloween. Então, à meia-noite, você veria uma bruxa!

A Vassoura
As bruxas usam sempre sua vassoura, tanto em rituais como no seu dia-a-dia. O ritual consiste em varrer toda a área, ato que é realizado sem que a vassoura toque o solo, com a bruxa visualizando a limpeza do astral. Isso purifica todo o espaço e traz tranqüilidade ao ambiente. Daí a lenda de que as bruxas voam, pois a vassoura da limpeza não toca o solo.
Fica uma dúvida? Por que então existe uma forte referência no Halloween às bruxas, uma vez que a tradução literal da palavra não tem alusão qualquer a bruxaria? Tal explicação real é desconhecida para esta dúvida. Sabe-se que os antigos druidas acreditavam em bruxas e julgavam que na noite do dia 31 elas saiam de seus esconderijos fortalecidas pelo espírito de Samhain. Também de acordo com lendas celtas, as bruxas se reuniam duas vezes ao ano, nos dias 30 de abril e 31 de outubro. Porém, tudo não passa de especulações e lendas.
Algumas dicas de fantasias pra quem quizer conhecer e brincar a "Noite de Halloween", esse ano dia 31 será numa quinta feira, mas na sexta e sábado haverá muitas festas pra brincar (e gostosuras pra ganhar) e como nas escolas tb virou tradição, quem disse q criança não brinca do Halloween?? Aliás, estas adoram (mais ainda) ganhar gostosuras e fazer travessuras...
Como agora estou fazendo curso de maquiadora profissional, fica sugestão também de algumas maquiagens (apenas com maquiagens da nossa necessaire), mas tem muitas técnicas legais com kits próprios e até mesmo cola, tinta e papel higiênico para dar aqueles efeitos de queimaduras e cortes com sangue, as vezes uma maquiagem e roupa preta é o suficiente pra "brincar a noite"
Eu gosto dessa tradição Celta e como virou “moda” de certa forma, achei interessante postar o significado e para desmistificar mto do q se dizem sobre essa data e agora as maquiagens. Então...

2 comentários:

Viviane Lisauskas disse...

Perfeito!

marizete assis disse...

Saudade dos tempos de blog! Bom saber que você escreve mais aqui do que no face...afinal, aqui é mesmo o lugar para escrever, eu é que estou muiiiiito ausente do meu melhor hábito. Tirei a noite para rever minhas pequenas e despretensiosas crônicas do "o que der na telha", lembra? Bjs Carrie.